Telesp não cumpriu 10 das 35 metas

A Telesp, operadora da Telefônica no Estado de São Paulo, não cumpriu em janeiro 10 das 35 metas que medem a qualidade na prestação dos serviços de telefonia fixa. Segundo balanço divulgado hoje pela Anatel, a operadora tem problemas para completar as ligações interurbanas nos períodos da manhã, tarde e noite. A empresa também está fora da meta nas solicitações de reparo e no atendimento a pedidos de consertos em até 24 horas, no caso de assinantes residenciais, e em até 8 horas, para assinantes não residenciais. A Telesp deixou de atender a meta de mudança de endereço da linha telefônica, que estabelece prazo de 3 dias úteis para assinantes residenciais, em 24 horas para assinantes não residenciais e em 6 horas para prestadores de serviço de utilidade pública. As demais operadoras do Estado de São Paulo tampouco conseguiram cumprir todas as metas: a Ceterp não cumpriu 3 metas e a CTBC Borda do Campo e a CTBC Telecom, duas metas, cada uma. A empresa-espelho Vésper também apresentou resultado insatisfatório em 11 das 30 metas de qualidade. Entre os problemas está o alto número de chamadas de longa distância não completadas por congestionamento e erro nas contas de telefone.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.