Divulgação
Divulgação

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Temer diz que corte dos juros é sinal positivo para a economia brasileira

Segundo porta-voz, presidente recebeu a notícia com 'satisfação' e acredita que a diminuição da Selic corrobora os esforços realizados pelo governo federal

Carla Araújo e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2016 | 19h40

O presidente Michel Temer disse, por meio de seu porta-voz, que recebeu com "satisfação" o anúncio da redução da taxa básica de juros, a Selic, para 14% ao ano de 14,25% e que a decisão "é um sinal positivo para a economia brasileira".  "Ela corrobora os esforços realizados pelo governo federal para fortalecer os fundamentos macroeconômicos e reforça a expectativa de recuperação da economia que permitirá a retomada do crescimento econômico e a criação de empregos", disse.

O porta-voz Alexandre Parola destacou ainda que a decisão do Copom "é de natureza técnica" e que aponta também "para a importância de avançar de forma decidida as agendas de ajustes defendidas pelo governo brasileiro com o apoio fundamental do Congresso nacional".

O BC anunciou na quarta-feira, 19, a primeira redução da Selic desde outubro de 2012. A decisão do Comitê de Política Monetária ficou dentro do esperado pela maioria dos economistas do mercado financeiro. De um total de 70 instituições consultadas pelo Projeções Broadcast, 36 esperavam corte de 0,25 ponto porcentual da Selic - o que se confirmou -, mas 32 aguardavam por uma diminuição de 0,50 ponto porcentual. Apenas uma instituição projetava corte de 0,75 ponto porcentual, enquanto outra esperava manutenção da taxa básica.

Tudo o que sabemos sobre:
Michel TemerSelic

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.