Beto Barata/PR
Beto Barata/PR

Temer diz que reforma da Previdência 'seguramente' vai ao Congresso este ano

Presidente afirmou que sonha em terminar o restante do mandato e ouvir dizer que colocou o País nos trilhos

Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

14 Novembro 2016 | 23h25

RIBEIRÃO PRETO - O presidente Michel Temer (PMDB) garantiu, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, que o governo irá enviar a Reforma da Previdência ao Congresso ainda este ano. Ele afirmou ainda que o projeto já está todo formatado. 

Para Temer, o parlamento irá aprovar também em 2016 a PEC do Teto dos Gastos, que limita à inflação o crescimento as despesas da União e atualmente ainda precisa ser analisada pelo Senado em dois turnos.

O presidente afirmou que chegou ao atual cargo pelas vias constitucionais, em condições dificílimas, “com um País quase à beira de um precipício econômico”. Em seguida, disse que tomou medidas contra a crise e que seu sonho é trilhar os dois anos e dois meses que ainda restam de governo e ouvir dizer que colocou o País nos trilhos.

Desemprego. O presidente tratou ainda da questão do desemprego e afirmou que a  previsão é de que ele comece a cari apenas no segundo semestre de 2017. Apesar disso, Temer comemorou a valorização de empresas estatais, como Eletrobrás, Petrobrás e o Banco do Brasil e reafirmou que quando o risco Brasil, hoje próximo aos 400 pontos, chegar aos 240 pontos, o País reconquistará o grau de investimento. 

Temer disse ainda ter a concepção de que para diminuir o desemprego passa-se por um apoio à iniciativa privada. “Estou preocupado mesmo com o setor empresarial; e eu tenho concepção de que para diminuir desemprego, tem de incentivar a iniciativa privada”, afirmou.

O presidente afirmou que também se preocupa com os programas sociais como o Bolsa Família, que “é programa importante do outro governo e vamos incentivá-lo”. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.