Wilson Junior/Estadão
Wilson Junior/Estadão

Temer reúne líderes de partidos da base para acertar votação da Previdência

Temer precisa atingir 308 votos para aprovar a reforma e defende que o tema seja pautado apenas se os partidos indicarem ter garantido o mínimo de votos para aprovação

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2017 | 11h09

BRASÍLIA - O presidente Michel Temer ofereceu café da manhã nesta quarta-feira, 6, a 20 deputados e líderes de partidos de sua base na Câmara para tentar colocar em votação a Reforma da Previdência na próxima semana. Ele voltará a se reunir com deputados e a cúpula dos partidos aliados na noite de hoje, em jantar no Palácio da Alvorada, às 20h30. Após o jantar, governistas esperam reunir os votos necessários e confirmar a data da votação na próxima terça-feira.

+ Efeito manada pode garantir votos para aprovar a reforma da Previdência

Temer precisa atingir 308 votos para aprovar a reforma e defende que o tema seja pautado apenas se os partidos indicarem ter garantido o mínimo de votos para aprovação. O encontro terminou pouco antes das 10 horas.

+ Governo diz que rejeição à reforma da Previdência caiu

Participaram do café da manhã o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e os ministros Antonio Imbassahy (Governo), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia), Dyogo Oliveira (Planejamento) e Eliseu Padilha (Casa Civil). Da equipe econômica, esteve presente o secretário da Previdência, Marcelo Caetano.

+ Para S&P, janela de oportunidade está se fechando para o Brasil

Entre os deputados, vieram ao café Arthur Maia, relator da reforma, Carlos Gaguin, Carlos Marun, Lelo Coimbra, André Moura, Bilac Pinto, José Rocha, Darcisio Perondi, Marcos Montes, Fernando Monteiro, Beto Mansur, Professor Victorio Galli, Celso Russomanno, Cléber Verde, Baleia Rossi, Efraim Filho, Aguinaldo Ribeiro, Artur Lira, Júlio Lopes e Áureo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.