coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Temor com crise aumenta e bolsas da Europa caem ainda mais

Índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações da Europa, fechou no menor nível desde março de 2003

Reuters,

24 de fevereiro de 2009 | 14h26

As bolsas de valores europeias caíram mais de 1% nesta terça-feira, no terceiro dia consecutivo de perdas, abatidas por persistentes preocupações com o setor financeiro e com a força da recessão nos Estados Unidos. Veja também: As medidas do empregoDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações da Europa, caiu 1,37%, para 719 pontos, fechando em seu menor patamar desde março de 2003. A confiança do consumidor norte-americano diminuiu para outro recorde de baixa em fevereiro, com expectativas de que as condições ruins da economia devem continuar enquanto o mercado de trabalho deve deteriorar ainda mais. Segundo dados do Conference Board, um instituto privado, o indicador de confiança caiu para 25, ante leitura de 37,4 registrada em janeiro. O presidente do banco central norte-americano, Ben Bernanke, disse em discurso que, a menos que os esforços do governo tenham sucesso em restaurar a estabilidade financeira, a recessão pode não terminar este ano. "O mercado está desencantado pelas tentativas dos formuladores de política em estabilizar o sistema financeiro", disse Mile Lenhoff, chefe de estratégia e pesquisa da Brewin Dolphin Securities, em Londres. "Até recebemos um fluxo de notícias positivas, o que não estamos recebendo, parece-me que as pressões sobre esses mercados vão continuar os puxando para baixo". Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,89%. Em Frankfurt, o índice de ações perdeu 1,03%. Em Paris, o índice CAC-40 se desvalorizou em 0,73%. Em Milão, o índice Mibtel encerrou em queda de 0,20%. Em Madri, a baixa foi de 0,76%. Em Lisboa, o índice PSI20 retrocedeu 1,8%.

Tudo o que sabemos sobre:
BolsasEuropaCrise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.