Temor com oferta e dólar fraco impulsionam petróleo

O preço do petróleo fechou em altanesta sexta-feira em meio à fraqueza do dólar e aos temores como fornecimento antes do inverno do Hemisfério Norte, depois derecuar na sessão anterior devido ao alerta de uma desaceleraçãoeconômica. Na Nymex, o contrato para dezembro interrompeu duas sessõesde queda e subiu 0,94 dólar, a 96,40 dólares por barril, apósser negociado entre 94,54 e 96,68 dólares. O pico no intradia,98,62 dólares por barril, é nível recorde. Em Londres, o petróleo tipo Brent subiu 0,59 dólar a 93,38dólares por barril, sendo negociado entre 91,80 a 93,80dólares. O tipo Brent atingiu recorde a 95,19 na últimaquarta-feira. O término das opções sobre o contrato na terça-feira, comgrande liquidez a 100 dólares, deu suporte aos preços, segundooperadores. O contrato vai expirar na sexta-feira que vem. "A grande liquidez sobre os 100 dólares para dezembrorecuou marginalmente, para 42.000, indicando que os operadorescontinuam a realizar lucros dessa opção de negócio", disseNauman Barakat, vice-presidente sênior do Macquarie FuturesUSA. O término das opções pode impulsionar o petróleo para 100dólares até terça-feira, afirmou o Lehman Brothers em nota. Maso banco alertou que atingir esse recorde pode abrir espaço parapotenciais pesadas vendas em série. O petróleo fechou em queda na quinta-feira com preocupaçõescom a economia norte-americana após o chairman do FederalReserve, Ben Bernanke, alertar sobre as duas ameaças:desaceleração do crescimento e inflação. (Por Gene Ramos)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.