Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Temores sobre EUA atingem bancos e índice europeu cai 1,6%

O mercado europeu fechou em queda peloterceiro dia seguido nesta sexta-feira, com uma nova leva dedados ruins sobre a economia dos Estados Unidos aprofundando ostemores de recessão no país. O índice FTSEurofirst 300, que acompanha os principaispapéis do continente, caiu 1,6 por cento, para 1.312 pontos,colocando a baixa acumulada no mês em 1,3 por cento. Uma queda na confiança do consumidor nos EUA para o piornível em 16 anos, junto com números mostrando contração naatividade empresarial na região Meio-Oeste do país, reforçou aconvicção de alguns investidores sobre uma recessão. "Essa é a confirmação de que as coisas estão realmentedesacelerando", afirmou Mark Bon, gerente de fundos na CanadaLife, que administra um portfólio de ações européias. "Infelizmente, no momento, os lucros não estão tirando asatenções dos investidores, que se concentram nas questõesmacroeconômicas nos EUA." O setor bancário puxou a queda do dia, com o Barclaysperdendo 4,65 por cento, o BNP Paribas cedendo 2,9 por cento eo banco suíço UBS, maior vítima da onda de hipotecas de riscona Europa, caindo 3,65 por cento. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de1,36 por cento, a 5.884 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,67 por cento, para6.748 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 1,53 por cento, para 4.790pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,34 porcento, a 25.687 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,77por cento, para 13.170 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve baixa de 0,14 por cento, aos10.952 pontos. (Reportagem de Amanda Cooper)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.