"Temos uma moeda respeitada", disse Meirelles em Davos

Em entrevista à Agência Estado em Davos, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, respondeu às advertências feitas pelo economista norte-americano John Williamson, de que o real valorizado poderia trazer risco às contas externas. Meirelles reiterou que no Brasil o câmbio é flutuante. "Temos uma moeda respeitada", disse.Ele acrescentou que só concorda com Williamson em relação à compra de reservas, que o BC já tem feito e é de conhecimento do mercado. O presidente do BC enfatizou que a cotação do dólar diante do real responde ao mercado, explicando que o mercado tenderia a comprar a moeda americana se visse uma possibilidade de risco. "A hipótese de crise nas contas externas é muito remota", afirmou o presidente do BC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.