Tempestade e terrorismo fazem barril de petróleo passar dos US$ 30

Os contratos futuros de petróleo subiram acima de US$ 30,00 o barril em Nova York, impulsionados por uma combinação de fatores, incluindo uma forte alta nos futuros de gasolina. Os contratos futuros de petróleo também fecharam em forte alta em Londres, em linha com Nova York. "Teve uma combinação de pequenas histórias: companhias de gasolina comprando no mercado à vista, outra depressão tropical, ataques terroristas em Bali e no Kuwait", disse um analista. Em Nova York, os contratos futuros de gasolina foram impulsionadas pela manhã em meio a rumores de que refinarias estavam fazendo grandes compras no mercado à vista. O resultado foi uma forte alta dos futuros de gasolina em NY, que por sua vez ajudou a impulsionar o restante do complexo de energia, disseram analistas. Além disso, os contratos futuros de petróleo cru receberam suporte do nervosismo com o terrorismo e das notícias de que uma depressão tropical estaria ganhando força no Caribe. O Centro Nacional de Furacão dos EUA informou que a depressão tropical, a sudeste das ilhas Grand Cayman, poderá transformar-se numa tempestade tropical no final do dia ou amanhã.O presidente dos EUA, George W. Bush, disse que há um "padrão de ataque" do al-Qaida no Kuwait, Indonésia e Iêmen, aumentando as preocupações de que os terroristas possam estar se movimentando novamente e poderão atacar os EUA. Esse comentário foi feito depois da bomba que explodiu no final de semana em Bali, Indonésia, matando mais de 180 pessoas numa danceteria. "Está ficando muito difícil adotar uma posição vendida neste tipo de ambiente, especialmente quando você se dá conta que os petroleiros e, obviamente, a infraestrutura vão ser os alvos escolhidos por esses terroristas", disse Phil Flynn, analista da Alaron Trading Corp, em Chicago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.