Tempo adicional para Grécia depende de conclusão da troika-Juncker

Uma decisão sobre se será dado à Grécia mais tempo para atingir as metas orçamentárias será baseada na revisão dos credores sobre o progresso do país em cumprir os termos de seu último resgate, afirmou nesta quarta-feira o presidente do Eurogroup, Jean-Claude Juncker.

Reuters

22 de agosto de 2012 | 14h20

"Eu tenho que destacar que isso dependerá das conclusões da missão da troika (grupo formado por representantes da Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu) e nós temos que discutir a duração do período e outras dimensões", disse Juncker em coletiva de imprensa ao lado do primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras.

Alertando que essa era a "última chance" para o país evitar um calote, Juncker pediu que a Grécia avance com os cortes de austeridade e disse que uma estratégia confiável para diminuir o déficit fiscal do país é um pré-requisito para desembolsar a próxima parcela de ajuda.

"A bola está do lado grego --na verdade, essa é a última chance e os cidadãos gregos precisam saber isso", disse ele.

(Reportagem de Renee Maltezou)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGRECIATEMPO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.