Tenda e Lopes formam dupla campeã

Tenda e Lopes formam dupla campeã

Concorreram 167 empresas do segmento de incorporação, 141 construtoras e 131 imobiliárias com atuação na região metropolitana de SP

O Estado de S.Paulo

12 Junho 2018 | 05h00

Depois de 10 anos, a Tenda volta ao topo. Foi a grande campeã do 25º Top Imobiliário, liderando o ranking em duas categorias – Incorporadoras e Construtoras –, além de ser vice entre as Vendedoras, atrás da Lopes, a número 1 na lista das imobiliárias pela 24ª vez. O prêmio, criado pelo Estado em 1993, mantém o objetivo de consagrar as empresas que registram os maiores volumes de lançamentos na cidade de São Paulo e região metropolitana. 

A Tenda lançou 15 novos empreendimentos em 2017 – ano base desta premiação – com 140 edifícios, contendo 3.940 apartamentos, e uma área construída de 283 mil m². Venceu em quatro dos cinco quesitos da apuração, realizada pela Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), responsável pela tabulação. Os dados tem pesos diferentes, de acordo com cada uma das categorias. O resultado é um “número puro”, segundo a Embraesp, que define a classificação das dez mais nos três rankings.

A Tenda ficou atrás somente no quesito do valor geral de vendas dos lançamentos (VGVL), somando R$ 672 milhões. Nesse item, a líder foi a Cyrela, tradicional construtora de produtos de alto padrão, incluindo imóveis do tipo superluxo, com R$ 1,25 bilhão. A seguir, vieram a Tegra com R$ 1 bilhão, Even (R$ 936 milhões) e Trisul (R$ 679 milhões), um trio com foco em médio e alto padrão. Ao todo, foram premiadas 16 empresas: cinco ganharam troféus nas três categorias e quatro em duas, além de sete que se classificaram em um ranking final. Nesta edição, concorreram 167 empresas do segmento de incorporação, 141 construtoras e 131 imobiliárias.

Destaques. Comparando os números desta edição com os da premiação do ano passado, a coordenadora de pesquisa e análise de mercado da Embraesp, Samantha Furlan, define como ponto principal “a produção de empreendimentos voltados para a classe média/baixa, dita econômica, típica da família brasileira”, que se mostrou em alta no ano passado. “As empresas atuantes nesse segmento foram os destaques do prêmio nas categorias de incorporação e construção”, afirma. Além da Tenda, outras quatro empresas com produção voltada para o programa Minha Casa Minha Vida dominaram os rankings: Plano & Plano, Cury, MRV Engenharia e Econ.

Na categoria das Vendedoras, a Lopes mais uma vez é campeã, tendo participado de 40 lançamentos, com 7.343 unidades e VGVL de R$ 3,8 bilhões. Neste quesito, duas imobiliárias do mesmo grupo, Abyara e Brasil Brokers, respectivamente 3º e 4º lugares, somaram R$ 2,3 bilhões em valor geral de lançamentos. Nesta edição, o homenageado pelo conjunto da obra é Ernesto Zarzur, que, em 1979, fundou a Eztec, responsável pelo lançamento de 127 empreendimentos com mais de 25 mil unidades durante sua história.

Na festa do 25º Top Imobiliário, marcada para ontem à noite na Casa Natura Musical, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, também seriam laureados a agência e o anunciante vencedores do Prêmio Desafio Estadão Cannes Mercado Imobiliário.

SAIBA TUDO SOBRE O PRÊMIO TOP IMOBILIÁRIO

5 estrelas dos populares

Apartamento mais barato na capital custa R$ 144 mil

Na marcha de 50 mil unidades por ano

Carência de terrenos pode limitar maior expansão na baixa renda

Fôlego para econômicos e ano difícil no médio padrão

Zona oeste lidera e dobra volume de lançamentos

Secovi vê reação à pior crise do setor

Meta sobe para R$ 1bi com venda de 5 mil imóveis

Campeã tem planos de crescer mais em São Paulo

SP triplica lançamento de imóveis até R$ 240 mil

Arrojo em projetos para transmitir o que o cliente nunca viu

Para conquistar clientes, empresas investem em melhor atendimento

Caça ao terreno pressiona o preço de áreas em SP

Extremos do mercado têm melhores resultados

Experiência comercial e vocação para o sucesso

Demanda reprimida abre oportunidades

25 anos de excelência

Capital e Grande SP detém 45% dos lançamentos do País

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.