Tendência é governo prorrogar IPI de autos, diz Pimentel

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse na manhã desta quinta-feira, 17, que a "tendência" é que o governo federal atenda o pedido das montadoras e prorrogue a redução do IPI dos automóveis pelo menos até o fim de março de 2014. No calendário atual, a alíquota do imposto voltaria ao patamar anterior em janeiro. Pimentel participa do lançamento de um automóvel da Hyundai na fábrica da Caoa, em Anápolis (GO).

MURILO ALVES, Agencia Estado

17 de outubro de 2013 | 13h50

O ministro disse que a ampliação do prazo de vigência do IPI menor está sendo analisada pelo Ministério da Fazenda, que avalia o impacto da medida na arrecadação e o cumprimento das metas fiscais, mas que "há possibilidade de o pleito ser atendido". As montadoras pleiteiam a prorrogação por causa dos grandes estoques nos pátios das fábricas e da queda nas vendas de automóveis registrada nos últimos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
automóveisIPI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.