‘Tenho dívida de R$ 7 mil na faculdade e não sei como vou pagar o próximo semestre’

‘Tenho dívida de R$ 7 mil na faculdade e não sei como vou pagar o próximo semestre’

Sem Fies, estudantes fazem dívidas e tentam bolsas para manter o sonho de cursar uma faculdade

Rodolfo Mondoni e Teresa Patrícia Oliveira, Especiais para O Estado

29 Maio 2015 | 09h00

A brasiliense Sara Pires, de 20 anos, formou-se em 2014 no curso técnico de Contabilidade. Esse ano, decidiu ingressar na faculdade de Ciências Contábeis e, para isso, foi em busca do Programa de Financiamento Estudantil (Fies), do governo federal. Para sua surpresa, teve seu pedido recusado. 

"Consegui fazer minha inscrição, mas quando levei para a faculdade, eles disseram que tinha de ser um valor menor. Depois disso não consegui mais abrir a página do Fies", disse Pires. 

A saída para o impasse foi conseguir uma bolsa com a faculdade de 40%, mais 10% pela pontualidade no pagamento, o que fez a mensalidade cair para R$ 452. Para arcar com os gastos, a estudante conta com a ajuda financeira de seu pai, José Santana da Silva. 

Ele mora e trabalha em Planaltina (DF), fazendo estofado de sofás e banco de automóveis. Para complementar sua renda, o tapeceiro de 38 anos trabalha de vigilante em um hospital em Paranoá, cidade a 30 km de sua residência. 

A estudante também conseguiu um estágio há dois meses no Conselho Federal de Psicologia, na área de licitação. "A sorte é que meu curso é barato. Mas, se eu sair do estágio, provavelmente terei de deixar a faculdade", diz. 

O estudante de Educação Física Clauze dos Santos Silva, de 21 anos, teve problema semelhante. A diferença foi que não consegui renovar seu contrato. "Estou desempregado e não tenho como pagar a faculdade. Estava contando com esse financiamento, agora estou com uma dívida de R$ 7 mil e não sei como vou pagar o próximo semestre", disse.

O estudante disse que teve dificuldades em acessar o site do Fies e que outros colegas de classe passaram pela mesma situação. Esses problemas se arrastaram, até que o prazo se encerrou. Depois de várias tentativas, ele conseguiu fazer sua inscrição e levou os documentos para a faculdade avaliar.

"Eles disseram que havia problema na mensalidade. Tentei arrumar, mas não consegui mais concluir minha inscrição. Por que alguns alunos conseguiram e outros não?", questiona. 

Mais conteúdo sobre:
PIBcrisefies

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.