Terceira fase do Promef deve ficar para próximo governo

A terceira fase do Programa de Modernização e Expansão de Frota (Promef) deve ficar para o próximo governo, segundo afirmou hoje o presidente da Transpetro, Sergio Machado. De acordo com o executivo, o programa é um empreendimento de grande porte e não pode ser realizado de forma apressada. "Vem sendo discutido (o lançamento da terceira fase). Mas não tem como lançar o Promef em seis meses", afirmou. "Se começar do zero hoje, muito provavelmente vai passar para o próximo governo", afirmou.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

27 de maio de 2010 | 17h38

Lançado em 2004 pelo governo para modernizar a indústria naval brasileira, o programa tem previsão de contratação de 49 navios. Até o momento, já foram contratadas 33 embarcações, com investimentos de US$ 3,9 bilhões. Machado participou hoje do lançamento ao mar do navio porta contêiner Log-In Jacarandá, da Log-In, empresa coligada da Vale.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.