balanço

Ouro é o investimento com melhor retorno no 1º semestre. Bolsa, o pior

Termina 2º Curso Estado de Jornalismo Econômico

Alunos tiveram aulas com professores da Fundação Getúlio Vargas e palestras com profissionais

O Estado de S.Paulo

01 de setembro de 2012 | 03h07

O 2.° Curso Estado de Jornalismo Econômico, realizado pelo Grupo Estado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), foi encerrado ontem. Nos últimos dois meses, os jovens profissionais selecionados tiveram aulas com professores da escola tendo como base um programa acadêmico idealizado com temas essenciais para que os jornalistas recém-formados se preparem para a cobertura econômica.

"A parceria com a FGV foi fundamental para o alto nível do curso, que aliou o jornalismo de alta qualidade praticado pelo Grupo Estado com um dos melhores ensinos de economia do Brasil", avalia o diretor de Desenvolvimento Editorial do Grupo, Roberto Gazzi.

O programa, válido como curso de extensão em Economia e Finanças pela FGV, conta com disciplinas de política econômica, sistema financeiro nacional e internacional, mercado de capitais e avaliação de empresas, além de matemática financeira e estatística. Os alunos puderam complementar a experiência da sala de aula com passagens pelas redações do Grupo Estado.

Para o editor-chefe da Agência Estado, João Caminoto, a economia é um assunto central tanto para a agência como para o jornal. "Detectamos a necessidade de suprir nosso quadro de talentos com jornalistas especializados na área. As pessoas que saem da faculdade não têm essa especialização."

Palestras. Os jovens profissionais também tiveram a oportunidade de assistir a palestras e entrevistar grandes nomes da economia brasileira, como o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, os ex-ministros Delfim Netto, Maílson da Nóbrega e Miguel Jorge, o ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda José Roberto Mendonça de Barros e o ex-diretor de Política Econômica do Banco Central Sergio Werlang.

Além do contato e da troca de experiências com jornalistas do Grupo que cobrem economia, os alunos também participaram de palestras com os jornalistas norte-americanos David Carr, colunista de mídia do The New York Times, e Bill Kovach, autor do livro clássico Os Elementos do Jornalismo: o que os Jornalistas Devem Saber e o Público Exigir.

Dos 25 focas selecionados para o curso, 16 vieram de outras cidades do País para a capital paulista. Foi o caso de Kellen Moraes, que saiu de Porto Alegre para aprofundar seus conhecimentos em jornalismo econômico. Segundo ela, o curso foi um divisor de águas em sua vida profissional. "Agora tenho um entendimento técnico que outros profissionais recém-formados não têm", diz. "Voltar para a rotina profissional na minha cidade vai ser completamente diferente."

Já Eduardo Vasconcellos, de São Paulo, concorda que o aprendizado trará mudanças. "O curso superou as minhas expectativas e hoje me sinto muito mais preparado para trabalhar em uma grande redação cobrindo economia."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.