coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Termina nesta quinta vistoria em frigoríficos de São Paulo

A missão do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos termina nesta quinta-feira, 24, a vistoria de inspeção sanitária nos frigoríficos do interior de São Paulo. Os técnicos, que já estiveram nos frigoríficos Bertin, de Lins, e Friboi, de Andradina, inspecionam nesta quinta a unidade do Minerva em Barretos. Depois, seguem para os Estados do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, onde visitam outros frigoríficos e um laboratório de microbiologia.O objetivo é analisar se as condições sanitárias de abate dos bovinos e das fábricas que processam a carne exportada para os EUA estão de acordo com os padrões exigidos pelos acordos internacionais e entre os dois países.O mercado norte-americano importa carnes cozida, congelada ou enlatada. Os negócios com carne industrializada entre o Brasil e EUA somaram US$ 167,4 milhões até julho deste ano. No ano passado, eles renderam US$ 206 milhões para as empresas brasileiras.A visita, no entanto, é rotineira, mas este ano acontece no momento em que um dos maiores exportadores brasileiros, o frigorífico Bertin, teve suspensa provisoriamente sua habilitação para exportar carne enlatada aos Estados Unidos.A suspensão, determinada pelo Ministério da Agricultura pouco antes da chegada da missão, devido à reclamação do governo norte-americano sobre um carregamento que apresentou problemas nas embalagens recebidas naquele país.Segundo o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), as latas teriam apresentado ruptura e vazamento e o governo decidiu tomar a medida para se antecipar a um possível descredenciamento por parte dos EUA, o que seria mais prejudicial aos negócios do País. O Bertin informou que a visita da missão estava programada antes do acidente e que, junto com os órgãos responsáveis, está apurando o ocorrido e tem tomado providencias necessárias para esclarecer o fato o mais breve possível. O veterinário chefe da missão, Don Carlson, não deu declarações sobre a visita feita ao Bertin na última segunda-feira. Somente no dia 12 de setembro é que ele deverá se manifestar publicamente sobre as vistorias feitas no País. Nesta sexta-feira, ela viaja a Cuiabá, depois segue para Campo Grande, Goiânia e retorna a São Paulo no dia 5 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.