Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Termina sem acordo reunião sobre ICMS em SC

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, realizaram na manhã desta quinta-feira mais uma rodada de negociações sobre a unificação da alíquota interestadual do ICMS na comercialização de produtos importados. Ao sair da reunião, o governador afirmou que ainda não há acordo em relação à alíquota. O governo federal não aceita a cobrança de 6% e o Estado avalia que os 4% propostos pela Fazenda é um patamar muito baixo.

EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

29 de março de 2012 | 12h54

Sobre os produtos que perderiam o benefício fiscal, Colombo afirmou estar próximo de um consenso sobre a exclusão de aço e polipropileno, por exemplo. Em relação aos têxteis, Santa Catarina concorda com a cobrança maior sobre peças prontas, mas avalia que não é possível taxar insumos como fios e tecidos.

Também foi apresentado à Fazenda um plano de investimentos para compensar a perda com arrecadação, incluindo obras de transportes e energia, além de projetos na área social. O governador afirmou que irá conversar agora com representantes de outros Estados que também perdem com a mudança, com a indústria de Santa Catarina e também com parlamentares antes de se reunir novamente com a equipe econômica, o que está previsto para a próxima semana.

Tudo o que sabemos sobre:
impostosICMSSC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.