Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Termômetro Broadcast Bolsa: Após semana de estresse, percepção de alta tem forte desaceleração

Entre os entrevistados, projeção é de alta de 53,8% para o Ibovespa na semana que vem, ante previsão de 75% na pesquisa anterior; expectativa de queda subiu para 15,38%

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2021 | 21h00

Após uma semana turbulenta para o cenário fiscal e de política monetária, as expectativas do mercado financeiro para o desempenho das ações na próxima semana estão mais equilibradas. A percepção de ganhos para o Ibovespa para o período entre 25 e 29 de outubro ainda é majoritária entre os participantes do Termômetro Broadcast Bolsa, com 53,85%, mas perdeu bastante espaço ante a pesquisa da semana passada, quando ficou em 75,00%. Em contrapartida, a previsão de estabilidade saltou de 16,67% para 30,77% e a de queda avançou de 8,33% para 15,38%. A Bolsa fechou a semana com queda de 7,28%.

A reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) na quarta-feira, 27, é o destaque da agenda da próxima semana. Pesquisa realizada pelo Projeções Broadcast com 51 instituições mostra que 36 delas esperam aumento da taxa Selic, atualmente em 6,25%, em 1 ponto porcentual, para 7,25%; 13 preveem alta de 1,25 ponto, para 7,50%; e duas, elevação de 1,5 ponto, para 7,75%.

"O Banco Central vai se deparar com diversos desafios, vindos da piora do debate fiscal, do cenário externo mais desafiador e das pressões altistas sobre a inflação. Nesse cenário, o Copom deve alterar o ritmo de alta da Selic da próxima semana", afirmam os economistas do Bradesco, que esperam aumento de 1,25 ponto na Selic no Copom do dia 27.

No exterior, saem as leituras preliminares do PIB do terceiro trimestre nos Estados Unidos, na Alemanha e na zona do euro, ao longo da semana. Na quinta-feira, o Banco Central Europeu (BCE) tem encontro de política monetária.

Na semana que vem, a temporada de balanços do terceiro trimestre no Brasil ganha ritmo, com a divulgação de resultados de pesos pesados do Ibovespa, como Petrobras, Vale, Ambev, Suzano, Santander, Gerdau e Marfrig, entre outros.

O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte. A ideia é mostrar para o leitor a percepção dos profissionais - e não das instituições financeiras - a partir da resposta para pergunta: Qual o sentimento para o Ibovespa na próxima semana? As alternativas apresentadas são de variação positiva, negativa ou neutra.

A pergunta é enviada às quintas-feiras e as respostas devem ser encaminhadas até as 14h30 da sexta-feira. Após o encerramento do período, o departamento de Dados do Estadão/Broadcast calcula o porcentual obtido a partir de cada uma das opções apresentadas pelo Termômetro. As respostas individuais dos participantes ficam em sigilo e os jornalistas não têm acesso a elas. A publicação dos resultados é feita nos serviços em tempo real do Estadão/Broadcast às sextas-feiras.

Para participar do Termômetro Broadcast Bolsa, envie um e-mail para projecoes.ae@estadao.com.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.