Renato Cerqueira/Futura Press
Renato Cerqueira/Futura Press

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Termômetro Broadcast Bolsa: Expectativa majoritária é de alta para Ibovespa

Para a próxima semana, há grande expectativa em relação a um avanço nas negociações comerciais entre China e Estados Unidos

O Estado de S.Paulo

05 de outubro de 2019 | 04h00

O mercado financeiro continua majoritariamente otimista em relação ao desempenho do Ibovespa na próxima semana, segundo o Termômetro Broadcast Bolsa. Entre 24 participantes, 58,33% veem valorização, enquanto 33,33% acreditam em variação neutra para o índice no período entre 7 e 11 de outubro. Para 8,33%, a perspectiva é de perda. No levantamento anterior, 56,52% viam ganhos para a Bolsa nesta semana e 39,13% esperavam estabilidade. Os que aguardavam queda eram 4,35%. As ações fecharam a semana com recuo de 2,40%.

O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte.

Para a próxima semana, há grande expectativa em relação a um avanço nas negociações comerciais entre China e Estados Unidos, em função do encontro entre representantes do alto escalão das duas potências esperado para os dias 10 e 11 em Washington. Na agenda, é destaque ainda a publicação, na quarta-feira, da ata do encontro do Federal Reserve (banco central americano) realizado em setembro. Há também discursos do presidente da instituição, Jerome Powell. Após a bateria de dados de atividade fracos dos Estados Unidos nesta semana, ganham ainda mais relevância os índices de preços ao produtor e ao consumidor do país, que serão conhecidos entre terça e quinta-feira.

No Brasil, entre os indicadores, são destaques o IPCA de setembro, a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), ambas de agosto.

Ainda, o mercado aguarda a divulgação pelo IBGE de como ficará a ponderação do IPCA de acordo com a nova Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), prevista para sexta (11). A mudança tem potencial para ajustar as expectativas de inflação e, logo, as apostas para a trajetória da Selic a médio prazo.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsa de valoresTermômetro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.