Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Termômetro Broadcast Bolsa: Expectativas de alta e queda para Ibovespa têm avanço moderado

Entre os pesquisados, 60% apostam em alta para a semana que vem, enquanto outros 20% projetam perda; para 20%, Ibovespa deve ficar estável

Denise Abarca, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2021 | 04h00

O Termômetro Broadcast Bolsa desta sexta-feira, 19, mostra avanço nas expectativas de queda para as ações no curtíssimo prazo e também, pouco mais discreto, na percepção de alta. Com 15 participantes, o levantamento aponta fatia de 60,00% nas projeções de ganho; de 20,00%, nas de perda; e outros 20% acreditam em estabilidade para o Ibovespa. No último Termômetro, 57,14% esperavam avanço e 14,29%, baixa, para a Bolsa nesta semana, enquanto para 28,57% a percepção era de variação neutra. 

Internamente, as atenções estarão voltadas para Brasília. Além da mudança no comando da Petrobrás, o mercado aguarda a votação da PEC Emergencial que vai permitir a volta do pagamento do auxílio. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (MDG-MG), disse que o relatório do senador Marcio Bittar (MDB-AC) será pautada no Senado na semana que vem. Conforme apurou o Estadão/Broadcast Político, o texto deve ser votado na quinta-feira, 25, segundo acordo de líderes.

A agenda de indicadores é carregada para a próxima semana, com divulgação do IPCA-15 de fevereiro, Pnad Contínua e, possivelmente, saldo do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de janeiro. "O IPCA-15 deve trazer algum alívio dos preços de alimentação, com os núcleos demandando maior atenção. O resultado do IGP-M deste mês, por sua vez, deve mostrar preços no atacado ainda pressionados", avaliam economistas do Bradesco.

Lá fora, os destaques da semana são os testemunhos do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, na terça e na quarta, no Congresso dos Estados Unidos, e dados de renda e gasto pessoal dos norte-americanos na sexta. Além disso, a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, discursa em conferência do parlamento europeu na segunda e participa da reunião com ministros das Finanças e presidentes de BCs do G20, quinta e sexta.

O calendário de balanços do quarto trimestre tem sequência, com pesos pesados da carteira do Ibovespa como Vale, Petrobrás, Ambev, Gerdau e CSN, ao longo da semana.

O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte. A ideia é mostrar para o leitor a percepção dos profissionais - e não das instituições financeiras - a partir da resposta para pergunta: Qual o sentimento para o Ibovespa na próxima semana? As alternativas apresentadas são de variação positiva, negativa ou neutra.

A pergunta é enviada às quintas-feiras e as respostas devem ser encaminhadas até as 14h30 da sexta-feira. Após o encerramento do período, o departamento de Dados do Estadão/Broadcast calcula o porcentual obtido a partir de cada uma das opções apresentadas pelo Termômetro. As respostas individuais dos participantes ficam em sigilo e os jornalistas não têm acesso a elas. A publicação dos resultados é feita nos serviços em tempo real do Estadão/Broadcast às sextas-feiras. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.