Estadão
Estadão

Termômetro Broadcast Bolsa: Mercado está pessimista com ações na semana

Pregões dos dias 27 a 31 de janeiro acontecerão em uma semana recheada de indicadores do governo federal com os números fechados de 2019

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2020 | 21h01

As perspectivas pessimistas para o desempenho do mercado acionário nos pregões dos dias 27 a 31 tomaram a dianteira no Termômetro Broadcast Bolsa. A virada ocorre após o índice à vista bater recorde histórico, aos 119.527,63 pontos no fechamento da última quinta-feira. Entre 22 participantes, 40,91% esperam perdas para o Ibovespa ante expectativa de 4,17% da amostra anterior. Por outro lado, caiu de 66,67% para 31,82% a proporção dos otimistas com o desempenho da Bolsa. Já os que apostam na estabilidade somaram 27,27%, levemente abaixo dos 29,17% do resultado passado. O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa nas sessões seguintes.

A próxima semana é recheada de indicadores do governo federal com os números fechados de 2019, a começar pelo setor externo, na segunda-feira. Também será conhecido o resultado anual das contas públicas do País. O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, informou que a estimativa da equipe econômica é que tenha havido déficit primário de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019.

Ainda na agenda, a inflação medida pelo IGP-M em janeiro também ganha a atenção dos investidores, à medida que se aproxima a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), marcada para o início de fevereiro. Ainda no Brasil, tem início a temporada de balanços, com dois representantes do setor financeiro, Cielo e Santander.

Nos EUA, o Federal Reserve (Fed) define o rumo das taxas de juros. Após a divulgação do comunicado, na quarta-feira (29), o presidente da banco central americano, Jerome Powell, faz seu discurso e participa de coletiva. Para o mercado acionário, saem os balanços de Boeing, Mastercard, Apple, Facebook, Microsoft e Amazon.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.