Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Termômetro Broadcast Bolsa: Percepção de queda ganha força, mas estimativa de alta ainda tem 50%

Percepção de que o período entre 26 e 30 de abril será de queda para o Ibovespa subiu de 25% para 37,5%; previsão de estabilidade é de apenas 12,5%

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2021 | 21h00

O mercado financeiro ficou mais cauteloso sobre o desempenho das ações no curtíssimo prazo, segundo o Termômetro Broadcast Bolsa desta sexta-feira. A expectativa de ganhos para o Ibovespa na próxima semana ainda conserva a fatia de 50% entre os participantes, como na pesquisa anterior, mas a percepção de que o período entre 26 e 30 de abril será de queda para o índice subiu de 25,00% para 37,50%. A previsão de estabilidade recuou de 25,00% para 12,50%.

Superado o impasse com o Orçamento de 2021 após a sanção presidencial do texto com veto parcial, o mercado espera agora que a agenda de reformas evolua no Congresso, ao mesmo tempo em que observa o andamento da CPI da Covid no Senado. Os números da pandemia e o ritmo de vacinação no País também continuarão no radar.

A agenda da última semana de abril é carregada de indicadores e eventos de peso, com destaque para a reunião de política monetária nos Estados Unidos. O Federal Reserve (Fed, o banco central americano) anuncia sua decisão sobre juros na quarta-feira, 28, às 15h, e, logo depois, haverá entrevista coletiva do presidente da instituição, Jerome Powell. Nos dados econômicos, serão conhecidos resultados preliminares do PIB dos Estados Unidos e região do euro, referentes ao primeiro trimestre.

No Brasil, o ponto alto é a divulgação do IPCA-15 de abril, na terça, que deve ter alta de 0,72%, "pressionado por preços administrados (combustíveis, gás de cozinha e medicamentos), e alimentos, que devem voltar ao campo positivo", na avaliação dos economistas do Bradesco. São esperados ainda dados do mercado de trabalho do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e da Pnad Contínua.

A temporada de balanços do primeiro trimestre vai ganhando força, já com os números da Vale no dia 26. Ao longo da semana saem também resultados da CSN, Santander, Cielo, Embraer e Gol, entre outras companhias.

O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte. A ideia é mostrar para o leitor a percepção dos profissionais - e não das instituições financeiras - a partir da resposta para pergunta: Qual o sentimento para o Ibovespa na próxima semana? As alternativas apresentadas são de variação positiva, negativa ou neutra.

A pergunta é enviada às quintas-feiras e as respostas devem ser encaminhadas até as 14h30 da sexta-feira. Após o encerramento do período, o departamento de Dados do Estadão/Broadcast calcula o porcentual obtido a partir de cada uma das opções apresentadas pelo Termômetro. As respostas individuais dos participantes ficam em sigilo e os jornalistas não têm acesso a elas. A publicação dos resultados é feita nos serviços em tempo real do Estadão/Broadcast às sextas-feiras. Para participar do Termômetro Broadcast Bolsa, envie um email para projecoes.ae@estadao.com.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.