carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Termômetro da economia, venda de papelão cai 2,2%

As vendas do setor de papelão ondulado em novembro somaram 186,9 mil toneladas, o que representa uma queda de 2,23% em relação ao volume no mesmo período de 2007. Na comparação com outubro deste ano, o resultado de novembro aponta uma retração de 10,21%, segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). A venda de papelão pode ser vista como um dos termômetros da atividade econômica, porque está presente em boa parte das embalagens do que é produzido pela indústria.O indicador de novembro, com base em informações ainda preliminares, é o pior resultado mensal do setor desde março deste ano, quando foram negociadas 187,5 mil toneladas. Em outubro, a comercialização de papelão ondulado totalizou 208,2 mil toneladas, segundo dados corrigidos pela entidade. O indicador preliminar apontava venda de 208,5 mil toneladas.A comercialização de papelão ondulado entre janeiro e novembro somou 2,1 milhões de toneladas, uma expansão de 1,34% sobre igual período do ano passado. "Encerramos novembro com vendas dentro das novas previsões do setor, de (crescimento) 1% a 1,5%", afirmou o presidente da ABPO, Paulo Sérgio Peres, em comunicado.

ANDRÉ MAGNABOSCO, Agencia Estado

15 de dezembro de 2008 | 11h38

Tudo o que sabemos sobre:
papelãovendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.