Terror faz investidores venderem ações e bolsa cai 2%

A crescente tensão internacional no Oriente Médio voltou a afetar o mercado financeiro nesta terça-feira, com os investidores estrangeiros deixando os mercados emergentes. A bolsa paulista terminou o pregão em queda de 2,11%, na mínima do dia, em 21.204,9 pontos. O volume financeiro somou R$ 953 milhões. No mês, até o dia 18, a saída de investimentos estrangeiros da Bovespa chegou a R$ 43,334 milhões. O risco Brasil operou em estabilidade e os C-Bonds registraram leves quedas. Nos EUA as bolsas fecharam praticamente estáveis: Dow Jones -0,01% e a Nasdaq, -0,42%. No mercado monetário, os contratos de juros futuros, os DIs, fecharam em ligeira queda. Segundo operadores, há um certo otimismo em relação à inflação de agora em diante, que pode permitir a continuidade dos cortes graduais da Selic. Na BM&F, os DIs de janeiro encerraram em 15,14% (contra 15,15% ontem).

Agencia Estado,

23 Março 2004 | 18h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.