Tesouro amenizou alta do dólar, diz Nathan

O consultor Nathan Blanche, da consultoria Tendências, aprovou as declarações dos diretores do Tesouro e do Banco Central hoje sobre as compras do Tesouro no mercado de dólar. Para Nathan, ao anunciar que comprará US$ 1,2 bi de dólares neste ano, e não mais "até US$ 3 bi", o Tesouro ajuda a diminuir a pressão no câmbio, o que já se reflete na queda do dólar hoje. No entanto, Nathan não vê espaço para uma forte e prolongada baixa da moeda americana. Para ele, as compras do Tesouro amenizaram apenas um dos fatores de alta do dólar, pois outros aspectos também vinham gerando pressão cambial. Entre eles, Nathan cita a própria queda dos juros internos, que estaria estimulando empresas a captarem mais recursos no mercado interno e menos no exterior. "As captações com debêntures aumentaram muito e tem empresa ´swapando´ dívida em dólar para real", comentou. Nathan considera "louvável" o fato de o BC e o Tesouro darem transparência à compra de dólar, anunciando valores. Porém, o analista questiona os anúncios do ponto de vista da estratégia do Tesouro, que precisa se financiar ao menor custo possível. "Nenhum grande player anuncia de antemão uma compra de bilhões, pois a expectativa faz o mercado se antecipar, o que encarece as compras futuras do player que fez o anuncio", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.