coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Tesouro comprará US$ 4 bilhões em títulos da dívida externa

O Tesouro Nacional anunciou que inicia nesta segunda-feira uma operação de compra de títulos da dívida externa denominados em dólar e euros. O objetivo é capturar um total máximo agregado de US$ 4 bilhões - pagos em dinheiro.A operação é chamada de "tender offer" e tem por objetivo melhorar o perfil dos pagamentos futuros da dívida externa brasileira. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Fazenda, o leilão ocorrerá entre esta segunda e a próxima quinta, e o resultado sairá na sexta-feira. A operação de compra ficará aberta até as 17 horas (horário de Nova York) ou 18 horas (horário de Brasília). Os resultados da operação serão anunciados por volta das 10 horas de (Nova York) ou 11 horas (de Brasília).O método utilizado será um "leilão holandês" modificado. O governo fará leilões separados para cada série de bônus que serão aceitos na operação, segundo comunicado obtido pelo AENews. Papéis Segundo o convite distribuído pelo Tesouro, os papéis elegíveis para recompra terão vencimentos entre 2007 e 2030. Os títulos que poderão ser recomprados são os seguintes: * Global Bonds com vencimento em 2007; bônus denominados em dólar com vencimento em 2007; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2008; * Global Bonds com vencimento em 2008; Floating Rate Notes com vencimento em 2009; * Global Bonds não securitizados denominados em dólar, com vencimento em 2009; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2010; * Global Bonds com vencimento em outubro de 2010; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2011; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2012; * Global Bonds com vencimento em 2013; * Global Bonds com vencimento em 2014; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2020; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2024; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2024; * Global Bonds não-securitizados denominados em dólar com vencimento em 2027; * Global Bonds denominados em dólar com vencimento em 2030; * Notes em euros com vencimentos em 2007, 2009 e 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.