Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Tesouro concede mandado para emissão de bônus da dívida

A Secretaria do Tesouro Nacional informou nesta quarta-feira, por meio de nota, que concedeu mandado para emissão de bônus da República, denominado em Reais, com vencimento em 2022. O resultado deverá ser divulgado na tarde desta quarta.Segundo fonte ouvida pela Agência Estado, a emissão anunciada pelo Tesouro terá um limite máximo de US$ 1 bilhão. O objetivo da oferta é construir a curva de juros em reais no exterior, que já conta com títulos que vencem em janeiro de 2016. O mandato para a execução da emissão desta quarta foi dado aos bancos Citibank e JP Morgan. O resultado sai ainda hoje à tarde. Segundo a fonte, a taxa indicativa para os títulos é de 12,87% ao ano. Esta taxa não significa um limite, mas sim uma referência para que as instituições financeiras façam suas ofertas.O secretário do Tesouro Nacional, Carlos Kawall, disse nesta quarta-feira que as necessidades de financiamento de 2006 já foram atendidas e que o governo já está financiando as necessidades de 2007. Apesar da captação externa em reais anunciada esta manhã, Kawall não quis fazer comentários sobre ela.Antes, o secretário explicara que a política do Tesouro não é de captação zero. Para ele, faz sentido captações "qualitativas", em que o foco não está num volume financeiro em dólar. Dessa forma, explicou que faz sentido uma emissão para troca de papéis em que tenha sido detectada uma ineficiência ou uma emissão externa em reais.O secretário do Tesouro reafirmou também que é viável o atendimento das necessidades de financiamento de 2007 e 2008 por compra de dólares no mercado ou pela recomposição das reserva internacionais pelo Banco Central.

Agencia Estado,

06 de setembro de 2006 | 12h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.