Tesouro consegue vender todos os títulos pré-fixados

O Tesouro Nacional informou que vendeu integralmente o lote de 500 mil Letras do Tesouro Nacional (LTNs) ofertados no leilão ocorrido hoje. Os títulos pré-fixados, que vencem dia 1º de outubro deste ano, tiveram cotação mínima de 860.762422 (o que equivale a uma taxa de 28,86%) e cotação média de 861.101481 (taxa de 28,78%). O volume financeiro dessa operação foi de R$ 430 milhões. Este título da dívida pública não era emitido desde setembro do ano passado.O Tesouro também vendeu ao mercado três vencimentos de Letras Financeiras do Tesouro (LFTs), título pós-fixado, em operação que somou um volume financeiro de R$ 5,4 bilhões. Dos 3,5 milhões de títulos ofertados, o Tesouro vendeu 131.950 LFTs com vencimento em 17 de setembro à cotação de 99,9583, com um deságio de 0,08% ao ano; 1,010 milhão de LFT com vencimento em 17 de dezembro, à cotação de 99,7162, com deságio de 0,35% ao ano; e 2.358.050 de LFTs com vencimento em 19 de maio de 2004, à cotação de 98,9684, à taxa de 0,85%.O Tesouro considerou satisfatória a taxa das LTNs e informou que voltará a oferecer o título pré-fixado no próximo leilão. Segundo o Tesouro, a demanda pelos dois títulos foi alta, sendo que procura pela LFT com prazo mais longo foi maior. Para o Tesouro, o resultado do leilão mostra confiança do mercado na política monetária do governo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.