Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Tesouro: dívida em títulos soma R$ 1,261 tri em abril

A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) atingiu R$ 1,261 trilhão em abril, o que representa um valor 0,47% menor que o verificado em março, segundo dados divulgados hoje pelo Tesouro Nacional. O leve movimento de baixa ocorreu em função do resgate líquido de R$ 15,65 bilhões, em parte compensado pela incorporação de juros de R$ 9,64 bilhões.

FABIO GRANER E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

21 de maio de 2009 | 14h48

A Dívida Pública Mobiliária Federal total (que soma as dívidas interna e externa) fechou abril em R$ 1,384 trilhão, com queda de 1,02% ante março. A dívida externa teve redução de 6,29% na passagem de março para abril, para R$ 122,25 bilhões, em função da valorização do real ante as moedas estrangeiras que compõem a dívida externa.

Segundo o Tesouro, a participação dos títulos prefixados na DPMFi recuou de 30,09% em março para 28,51% em abril. Já a parcela atrelada a índices de preços subiu de 30,10% para 30,59%. A participação dos papéis vinculados à taxa básica de juros, a Selic, sem considerar as operações de swap (troca), aumentou de 37,18% para 38,35% entre os períodos. Considerando as operações de troca, a parcela vinculada à Selic subiu de 35,17% para 37,06%.

A dívida indexada a câmbio recuou de 1,06% do total para 0,98%, sem considerar as operações de swap. Quando se leva em conta essas operações, a dívida cambial caiu para 2,27% no mês passado, de 3,07% no mês anterior. A dívida vinculada à Taxa Referencial (TR) ficou praticamente estável, passando de 1,57% em março para 1,56% em abril.

Tudo o que sabemos sobre:
dívidasTesouro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.