Tesouro dos EUA estende programa de estímulo até outubro de 2010

O secretário do Tesouro norte-americano Timothy Geithner disse nesta quarta-feira que pretende estender o programa de 700 bilhões de dólares de estímulo à economia até outubro de 2010, mas prometeu usar não mais que 550 bilhões dele.

REUTERS

09 de dezembro de 2009 | 13h13

Geithner, em cartas ao presidente da Câmara dos Deputados norte-americana, Nancy Pelosi, e ao líder da maioria no Senado, Harry Reid, disse que a extensão do TARP até o dia 3 de outubro de 2010 permitirá ao governo Obama usar os fundos de estímulo para combater a execução de hipotecas e para incentivar o crédito à pequena empresa.

"Essa extensão é necessária para dar assistência às famílias americanas e estabilizar os mercados financeiros porque ela vai, entre outras coisas, permitir que nós continuemos a implementar programas que contemplem o mercado imobiliário e as necessidades das pequenas empresas, e para manter a capacidade de reagir a ameaças imprevistas", disse Geithner nas cartas.

(Reportagem de David Lawder)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROGEITHNERESTIMULO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.