Tesouro dos EUA prepara regras financeiras mais rígidas

O Departamento do Tesouro dosEstados Unidos pode divulgar na segunda-feira novas propostaspara regulamentar o mercado financeiro, reagindo à crise nomercado de crédito que ameaça arrastar o país para uma profundarecessão. Sem entrar em detalhes, o Departamento anunciou na tarde desexta-feira que o secretário Henry Paulson fará um discursopara "discutir questões relativas a instituições financeiras emercados financeiros". Fontes do setor disseram que Paulson deve apresentarrecomendações para melhorar a regulamentação de bancos, ações,commodities e seguros. Várias entidades do setor financeiro e autoridades públicasforam convidadas para assistir ao discurso, marcado para 10h desegunda-feira (11h em Brasília). Em seguida, Paulson embarcapara Pequim, onde fica até a noite de quinta-feira. O Tesouro prepara há meses um "esboço regulatório", ouseja, mesmo antes do surgimento da crise das hipotecas"subprime", em meados do ano passado. Algumas fontes acham que Paulson pode até mesmo defenderuma fusão de agências federais de fiscalização do setorfinanceiro, cujas funções às vezes se sobrepõem. Teoricamente, isso poderia levar à fusão da SEC(equivalente à Comissão de Valores Mobiliários) e da Comissãode Comércio Futuro (que fiscaliza contratos futuros). O mesmo pode acontecer também com as entidades OCC e OTS,que fiscalizam bancos e caixas econômicas. Uma fonte disse que o Tesouro já submeteu o esboço daspropostas à avaliação do Escritório de Administração eOrçamento do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.