Tesouro: estudos sobre fundo soberano continuam

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, afirmou hoje que os estudos do Ministério da Fazenda para a criação de um fundo soberano continuam. "Os estudos não pararam. Eles continuam", disse. "Quando tivermos uma decisão vamos anunciar", resumiu ele, evitando fazer comentários mais detalhados sobre esses estudos. Os fundos soberanos têm a finalidade de aplicar recursos de governos, como reservas internacionais e superávits comerciais.Com a conquista pelo Brasil da posição de credor internacional, aumentaram as especulações em torno da criação do Fundo pelo País, instrumento que vem sendo utilizado por muitos países e que não tem nada a ver com a idéia original do presidente do Banco Central Henrique Meirelles.A idéia de criação do fundo foi anunciada, em outubro do ano passado, pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Na época, Mantega anunciou que ele teria em torno de US$ 10 bilhões a US$ 15 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.