coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Tesouro não realizará leilão de títulos

Pela segunda semana consecutiva, o Tesouro Nacional não realizará o tradicional leilão de títulos públicos. No final da semana passada, ainda havia uma expectativa de que o leilão fosse realizado, caso o mercado financeiro abrisse menos nervoso nesta segunda-feira. Não foi o caso. O dólar voltou a bater novo recorde e a especulação no câmbio fez o Banco Central, inclusive, aumentar o recolhimento compulsório sobre os depósitos em caderneta de poupança. Com o clima ainda tenso, no início da noite o Tesouro divulgou comunicado avisando que não irá oferecer papéis nesta terça-feira.As incertezas com relação à capacidade de o governo honrar seus compromissos, especialmente a partir de 2003, vêm aumentando o custo de rolagem da dívida pública. Depois de reduzir o prazo de vencimento dos seus títulos para satisfazer uma demanda do próprio mercado, o Tesouro cancelou o leilão da semana passada porque o prêmio exigido estava muito elevado.O último leilão foi realizado na terça-feira, 11 de junho. Na ocasião, o Tesouro ofereceu R$ 2 bilhões em LTN, papéis cujo rendimento é previamente definido, mas só vendeu efetivamente R$ 1,8 bilhão. O governo já anunciou que, caso o mercado continue ruim, o Tesouro poderá recomprar os títulos que estão vencendo, em vez de rolar os papéis. Para isso, segundo o próprio governo, o Tesouro dispõe de mais de R$ 50 bilhões.

Agencia Estado,

24 de junho de 2002 | 19h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.