Tesouro: receita subiu para 24,25% do PIB em 2007

A receita do Governo Central em 2007 subiu para 24,25% do Produto Interno Bruto (PIB). Em 2006, o peso das receitas correspondia a 23,30% do PIB. O aumento das receitas em quase um ponto porcentual do PIB permitiu ao Governo Central (inclui contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) fechar com uma folga de R$ 4,82 bilhões o superávit primário das suas contas, mesmo com o aumento das despesas. O superávit primário desconsidera os gastos com pagamento de juros.Segundo dados divulgados hoje pelo Tesouro Nacional, o governo destinou R$ 22,108 bilhões para investimentos no ano passado. Desse total, R$ 11,03 bilhões foram investimentos do Orçamento de 2007 e R$ 11,074 bilhões de despesas de anos anteriores inscritas em ?restos a pagar?. As despesas com investimentos empenhadas em 2007 somaram R$ 36,93 bilhões do total de R$ 45,22 bilhões autorizado.Em 2006, as despesas com investimentos pagas somaram R$ 17,480 bilhões e as empenhadas, R$ 21,569 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.