Teste de produção em Tupi começa em 2009, diz Petrobras

Estatal vai produzir 30 mil barris de petróleo ao dia por dois ou três meses no megacampo

Cynthia Decloedt e Tatiana Freitas, da Agência Estado,

13 de maio de 2008 | 12h02

O diretor-financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, afirmou que o teste de longa duração no campo de petróleo de Tupi será iniciado em março de 2009, por um período de dois a três meses, com a produção de 30 mil barris de petróleo ao dia a partir de três poços. Veja mais:Preço do petróleo em alta  A companhia já tem uma plataforma disponível para o teste e está em busca de uma perfuratriz para a produção em teste de 100 mil barris ao dia de petróleo e 4 mil metros cúbicos de gás ao dia no campo, prevista para ser iniciada em dezembro de 2010, disse Barbassa.  Barbassa afirmou que, além da contratação de duas sondas para perfuração que serão utilizadas no campo de Tupi, na bacia de Santos, a estatal também afretou mais uma sonda que será destinada ao campo de Carioca, localizado na mesma área.  O executivo não detalhou o valor dos contratos, mas apenas a sua duração, que será de seis anos. As três sondas contratadas têm capacidade de perfuração de até 3.049 metros de profundidade. Ele informou ainda que a Petrobras está em busca de uma plataforma maior para operar no campo de Tupi, que está em licitação. A unidade piloto que será utilizada no projeto inicial tem capacidade de processamento de 100 mil barris diários de óleo e pode conectar 16 poços. A produção do primeiro óleo desta plataforma está prevista para dezembro de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrasPetróleoCampo de Tupi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.