Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Textos de negociação da OMC são preparados para ministros

Trabalho vem em antecipação a um encontro de ministros em dezembro, disseram diplomatas

REUTERS

30 de novembro de 2008 | 18h36

O diretor de dois grupos-chave de negociação na Rodada de Doha vai atualizar os textos nesta semana em antecipação a um encontro de ministros em dezembro, disseram diplomatas neste domingo, 30.Após um encontro com o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, negociadores afirmaram que textos com atualizações sobre as negociações nas áreas de agricultura e produtos industriais seriam circulados na quinta ou sexta-feira. "(Lamy) espera ter alguns esboços de texto até o fim da semana", declarou o embaixador do Brasil na OMC, Roberto Azevedo. Outro participante do encontro disse que "um período de reflexão" seguiria a divulgação dos textos, durante o qual os 153 membros da OMC vão decidir se é o momento para convocar os ministros para tentar um acordo. Cerca de 10 dias são necessários entre o momento em que um encontro ministerial é convocado e o início das reuniões. Segundo uma autoridade, "seria apertado" para conseguir agilizar o processo para o início do período entre 10 a 19 de dezembro. Lamy disse no sábado que estava cada vez mais inclinado a convidar ministros em Genebra para procurar um avanço no acordo de Doha, que o presidente George W. Bush e outros líderes pedem como um caminho para fortalecer a economia mundial. Um acordo na Rodada de Doha iria cortar subsídios e impostos em milhares de produtos de exportação e serviços, abrindo mercados de alimentos, combustíveis, transportes e outros e, portanto, encorajando atividade econômica global. (Reportagem de Laura MacInnis)

Tudo o que sabemos sobre:
DOHATEXTOSPREPARADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.