Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

'The New York Times' planeja cortar 100 postos de trabalho

Atualmente, jornal tem 1.332 funcionários na redação, enquanto outros jornais americanos têm 900

Efe,

15 de fevereiro de 2008 | 00h58

O jornal The New York Times planeja cortar 100 postos de trabalho de sua redação este ano, segundo anunciou nesta quinta-feira, 14, o diretor-executivo Bill Keller. "Os cortes serão feitos por meio da não substituição de funcionários que deixarem o jornal, de programas de demissões voluntárias e, caso seja necessário, de demissões", afirmou Keller, segundo declarações publicadas na edição digital do jornal. O diretor indicou que quanto maior for o número de baixas voluntárias, menor será a necessidade de fazer cortes forçosos, mas alertou que os empregados devem se preparar "para a possibilidade de demissões". Segundo o artigo publicado no site, o NYT tem 1.332 funcionários em sua redação, o número mais alto de sua história, enquanto nenhum outro jornal americano possui mais de 900 trabalhadores em suas redações. O diário realizou vários cortes nos últimos anos, mas, em linhas gerais, seu pessoal continuou aumentando, devido, sobretudo, ao crescimento de suas operações de internet. Os cortes planejados pelo New York Times refletem uma situação generalizada na indústria, onde se estendem as demissões por causa da queda nas receitas publicitárias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.