Thomson aponta crescimento de 181% na captação em fundos

Os fundos de investimento brasileiros tiveram captação positiva de R$ 33,59 bilhões nos primeiros sete meses de 2003, com aumento de 181,10% ante o mesmo período de 2002. Pela primeira vez no ano a captação acumulada nos últimos 12 meses é positiva, de acordo com levantamento da Thomson Invest Tracker. A captação acumulada em 12 meses terminados em 31 de julho alcançou R$ 15,93 bilhões. No ano passado, os resgates superaram os depósitos com a implantação do mecanismo de "marcação a mercado". Os dados mostram que já houve ampla recuperação na captação, que passa a ser positiva também no acumulado de 12 meses. O Banco Santander Brasil lidera em captação, com R$ 6,11 bilhões, seguido pelo Banco do Brasil, com R$ 5,39 bilhões, e BNP Paribas, R$ 2,26 bilhões. A Thomson Invest Tracker para avaliar os administradores que estão aproveitando melhor essa fase positiva da indústria de fundos fez os cálculos pela análise de crescimento real (definido pela captação líquida acumulada no ano dividida pelo patrimônio líquido ao final de 2002). Os administradores foram divididos em quatro grupos de acordo com o patrimônio líquido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.