ThyssenKrupp busca reajuste maior do aço neste ano

A gigante alemã do aço ThyssenKrupp espera elevar ainda mais o preço do produto no terceiro trimestre, disse o diretor de Relações com Investidores do conglomerado, Claus Ehrenbeck. Mesmo com o aumento, a lucratividade da divisão siderúrgica do grupo continuará pressionada pelos custos de matéria-prima, afirmou o executivo.A empresa inicialmente buscava um reajuste de até 100 euros por tonelada a partir de 1º de abril, conforme disse o diretor financeiro, Ulrich Middelmann, na conferência com investidores realizada em 13 de fevereiro. Agora, a empresa mira em "números de três dígitos" para os reajustes do aço carbono, afirmou Ehrenbeck.Segundo Ehrenbeck, a divisão siderúrgica está "mais otimista" em relação ao reajuste dos preços. "Eles esperam um preço ainda mais alto em 1º de junho do que em 1º de abril", declarou Ehrenbeck, numa conferência com investidores.Em parceria com a Vale, a ThyssenKrupp está construindo no Rio de Janeiro a Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA). A usina, que deve começar a operar no terceiro trimestre de 2009, exportará 5 milhões de toneladas de aço ao ano. A ThyssenKrupp tem 90% do projeto e a Vale, 10%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.