ThyssenKrupp pretende economizar ? 2 bi em 3 anos

A alemã ThyssenKrupp está elaborando um programa para economizar cerca de 2 bilhões de euros (US$ 2,6 bilhões) em custos ao longo dos próximos três anos, informou o jornal Sueddeutsche Zeitung na edição deste sábado, citando fontes na empresa. Segundo o jornal, o plano não prevê grandes demissões. Ao mesmo tempo, a ThyssenKrupp pretende investir cerca de 2 bilhões de euros em suas operações no ano que vem, principalmente em pesquisa e desenvolvimento, diz o jornal.

ANGELO IKEDA, Agencia Estado

24 de novembro de 2012 | 14h01

O programa de economia está em parte relacionado aos esforços da empresa para encontrar um comprador para sua unidade Steel Americas, que inclui a Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA). A TyssenKrupp colocou à venda a sua fatia de 73,13% do

empreendimento, que possui em sociedade com a Vale. De acordo com estimativas do jornal, a Steel Americas pode gerar uma redução no valor contábil de ativos de até 3 bilhões de euros no ano fiscal encerrado em setembro.

No mês passado, a TyssenKrupp disse que não podia fornecer um cronograma para a venda da unidade, devido à complexidade da transação. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
criseThyssenKruppCSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.