Tilibra é vendida a grupo norte-americano

A Tilibra - líder brasileira e terceira da América Latina no segmento de cadernos, agendas e papelaria - agora pertence ao grupo norte-americano MeadWestvaco, dedicado à produção de embalagens, papéis e materiais de escritório. A transação foi anunciada nesta sexta-feira por representantes das duas empresas. O valor da transação não foi divulgado.Fundada em 1928 por João Batista Martins Coube, com a denominação Tipografias e Livrarias Brasil, a empresa se manteve familiar, dirigida pela segunda e terceira geração dos Coube. A fábrica, na Vila Cárdia, em Bauru, no interior paulista, emprega 1 mil pessoas e processa 34 mil toneladas de matéria-prima por ano. Seus produtos são exportados e distribuídos através de 250 mil pontos de venda em todo o território nacional. O MeadWestvaco era um de seus clientes no exterior.Os atuais diretores e toda a equipe de trabalho permanecerão na empresa. Pedro e Vinicius Coube, netos do fundador, garantem que a Tilibra manterá as atividades em Bauru. O direror da MeadWestvaco, Joe Forgiano, disse que manterá o atual ritmo de produção e prometeu investir para ampliar o negócio.O grupo MeadWestvaco já atua no Brasil há meio século. Chegou em 1953 quando assumiu o controle da Rigesa - Celulose, Papel e Embalagens, localizada em Valinhos (SP). Ela tem fábricas em 29 países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.