Lucas Galli/Divulgação
Lucas Galli/Divulgação

TIM adota trabalho remoto definitivo para call center próprio

Decisão atinge cerca de 2 mil pessoas que trabalhavam presencialmente no Rio e em Santo André (SP)

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

02 de dezembro de 2020 | 08h29

A TIM informou nesta quarta-feira, 2, que vai adotar home office definitivo para suas operações de call center próprio. Desde 20 de março, quando foi decretado isolamento social devido à pandemia da covid-19, a operadora adotou o regime de trabalho remoto. Agora, diz que decidiu manter o modelo na área de atendimento ao cliente após avaliar todos os cenários, "com foco na qualidade de vida, na garantia da saúde dos colaboradores e na melhor experiência para o consumidor". A medida atinge cerca de 2 mil pessoas que trabalhavam presencialmente no bairro de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, e em Santo André (SP)

Em nota, a empresa explica que a decisão pela manutenção do home office veio acompanhada dos bons resultados obtidos nesse período: a nota da pesquisa de satisfação realizada após os atendimentos aumentou 37%. Também foi registrado um aumento de 8% da produtividade desde o início dos trabalhos em casa e a redução do índice de rotatividade de funcionários do call center: os pedidos de dispensa tiveram queda superior a um terço.

"Já havíamos desenhado o ambiente de trabalho mais digital e flexível para o call center antes da pandemia, com execução gradual. A covid-19 acelerou esse processo", explica Paulo Henrique Campos, diretor de Customer Service Operation da TIM Brasil.

Acordo coletivo 

Para estabelecer as bases desse novo modelo, a empresa firmou, no novo acordo coletivo, regras para o teletrabalho, como o direito de desconexão, intervalos de descanso e refeição do colaborador e o compromisso de realizar eventos periódicos para manter e reforçar a interação entre os colaboradores.

Além disso, a TIM forneceu todos os equipamentos e mobiliário necessários para que os operadores desempenhassem suas funções, com desktop, monitor, teclado, mouse, sistema de biometria, mesa, conjunto de fone e microfone, conexão à internet e também uma ajuda de custo mensal de R$ 80.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.