Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Time Out: do guia de Londres para o mundo

Criada em 1968 como uma revista de programação de lazer em Londres, a Time Out hoje publica não só a versão londrina do roteiro de atrações, como as de Nova York, Chicago e outras 18 cidades, além de 68 guias de viagem (que devem chegar a 90 em 2008) e 24 guias de estilo de vida. Seu faturamento anual é de 35 milhões de libras (131 milhões de reais).Desde o início sob o comando de Tony Elliott, a editora recusa ostensivamente a abertura de capital ou a entrada dos fundos de private equity. ''''A Time Out sempre fez questão de permanecer independente'''', afirma Cathy Runciman, diretora de negócios internacionais.Os guias de viagem foram lançados em 1990 e vendem, em média, 15 mil exemplares por semana em todo o mundo - em inglês, francês, espanhol, chinês e, agora, português. Cada um deles é feito por cerca de 20 jornalistas, todos moradores das cidades sobre a qual estão escrevendo. Recentemente, a editora lançou um guia sobre o Rio de Janeiro. ''''Até agora, nos preocupamos mais com a Europa e a América do Norte, mas isso está mudando'''', diz o diretor editorial Peter Fiennes. ''''Precisamos de mais cidades sul-americanas e São Paulo está no topo da lista.''''

O Estadao de S.Paulo

29 de setembro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.