André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Tire suas dúvidas sobre a CPMF 2015

Governo federal decide recriar imposto nos moldes da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) para ajudar no reequilíbrio das contas públicas depois de o País ter perdido o grau de investimento

O Estado de S. Paulo

15 Setembro 2015 | 18h25

A equipe econômica decidiu recriar a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) para ajudar no reequilíbrio das contas públicas depois de o País ter perdido o grau de investimento. O governo diz que a contribuição será válida por quatro anos e trará R$ 32 bilhões para o cofre público. A volta da contribuição, no entanto, ainda precisa ser aprovada pelo Congresso. Confira a seguir perguntas e respostas sobre o imposto:

CPMF 2015


Mais conteúdo sobre:
CPMFCPMF 2015

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.