Toda ajuda à Grécia deverá ser depositada em conta caução, diz Alemanha

Philipp Rösler, minstro da Economia, disse que tal medida ‘vai melhorar a fiscalização e a transparência’ do programa de resgate, que é profundamente impopular no país

Priscila Arone, da Agência Estado,

30 Outubro 2012 | 15h40

LONDRES - Toda ajuda futura concedida à Grécia deve ser depositada em uma conta caução para assegurar uma maior conformidade com os planos acordados entre as partes, afirmou nesta terça-feira, 30, o ministro da Economia da Alemanha, Philipp Rösler.

Repetindo uma ideia formulada primeiramente pelo ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, Rösler disse que tal medida "vai melhorar a fiscalização e a transparência" do programa de resgate, que é profundamente impopular na Alemanha, país que tem de arcar com a maior parte dos riscos finais envolvidos.

Vários governos da zona do euro lutam para encontrar formas aceitáveis de financiar a Grécia por outros dois anos. Informalmente, esses governos reconhecem que levará mais tempo do que o previsto para que o país reduza seu déficit para os níveis combinados. O controle mais rígido sobre os fundos desembolsados é visto como uma forma de quebrar a resistência dos alemães para emprestar mais recursos a Atenas. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
AlemanhaGréciaConta caução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.