Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tombini lamenta atrito com Pastore

Presidente do BC diz ter respeito pelo trabalho do economista e ressalta que ambos enfrentaram dificuldades durantes suas gestões, mas sempre trabalharam em prol da sociedade brasileira

CÉLIA FROUFE, O Estado de S. Paulo

21 de março de 2015 | 17h05

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, entrou em contato com a reportagem do Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, por meio da assessoria de imprensa da instituição para lamentar o episódio em torno do ex-presidente da instituição Afonso Celso Pastore. Ele disse reiterar, por meio de nota, seu respeito pelas opiniões e o trabalho do economista. Tombini ressalta que ambos, assim como todos os demais dirigentes da instituição, enfrentaram dificuldades e desafios durante suas gestões, mas "sempre trabalharam com o objetivo comum em prol da sociedade brasileira".

Pastore criticou na quinta-feira, em um seminário, a condução da política monetária pelo BC e a trajetória da inflação. Duas horas depois de os comentários serem noticiados pelo Broadcast, o BC lembrou que, na gestão de Pastore à frente do BC, entre agosto de 1983 e agosto de 1985, a inflação havia passado de 134,69% para 224,60%.

As declarações de Pastore foram feitas em um debate em Ribeirão Preto, na quinta-feira. "Tombini fala em 4,5% de inflação desde que chegou ao BC e nunca entregou (...) A inflação de 4,5% em 2016 só viria com estresse, alta nos juros e mais recessão. O governo precisaria estabelecer uma trajetória para chegar (à meta) e dar credibilidade ao regime de metas", disse o economista.

Incomodado com as referências do Banco Central à sua gestão, Pastore voltou à carga em suas críticas ao não cumprimento da meta inflacionária. Em entrevista, o economista disse que o problema atual é também de falta de credibilidade no mercado. E disparou: "Eu reafirmo o que disse ontem (quinta-feira): ele (Tombini) nunca cumpriu a meta. A credibilidade do doutor Tombini é baixa", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
PastorecríticasBCTombini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.