Tombini prevê inflação na meta em 2012

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, reafirmou sua expectativa de ver a inflação convergir para a meta de 4,5% em 2012, durante cerimônia de entrega do 39º Prêmio Exportação, na noite desta segunda-feira, em Porto Alegre.

ELDER OGLIARI, Agencia Estado

20 de junho de 2011 | 22h23

Segundo Tombini, a média mensal do IPCA, que foi de 0,73% de setembro de 2010 a abril de 2011, por fatores como alta das commodities, desastres naturais no Japão e no Brasil, revoltas populares no norte da África, caiu para 0,47% em maio e tende a ficar em 0,34% no restante do ano, por projeções do mercado. "Isso já é outro nível; de junho em diante é compatível com média anual de 4,5%", destacou.

Confirmando o que havia dito em entrevista ao Estado de domingo, Tombini reiterou que "para os próximos anos a expectativa é que o crescimento continue forte e sustentável".

Tombini foi a personalidade homenageada na cerimônia de entrega do 39º Prêmio Exportação, uma distinção oferecida anualmente pela ADVB/RS às empresas do Rio Grande do Sul que se destacam nas vendas para o exterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.