Tóquio e outras bolsas asiáticas fecham em alta

A Bolsa de Tóquio fechou em alta, influenciada por resultado melhor do que o esperado da IBM, divulgado ontem, o qual afastou o pessimismo inicial causado pelo fechamento em queda das ações em Wall Street. O volume de negócios foi, no entanto, bastante reduzido. Traders disseram que a pressão inicial no mercado foi provocada ainda por incertezas em relação ao pacote antideflação do governo. A notícia de explosão nas Filipinas também provocou desconforto entre os investidores. O índice Nikkei fechou em alta de 75,01 pontos (0,84%), em 8.959,88 pontos. O índice tocou o patamar de 9 mil pontos pela primeira vez desde 4 de outubro. O governo vem adiando a divulgação das medidas antideflação, o que pode sugerir dificuldades nas discussões. A Bolsa da Coréia do Sul fechou em alta, com os investidores realizando compras de barganhas entre os papéis das corretoras, enquanto davam pouca importância à confirmação pela Coréia do Norte de que mantém um programa de arma nuclear. O índice Kospi subiu 8,41 pontos (+1,32%), para fechar em 644,66 pontos. As ações da Samsung Securities terminaram o dia com ganho de 7%, enquanto as da Daishin Securities evoluíram 15%. Inicialmente, o índice caiu 1,7%, com os estrangeiros reduzindo posições, em razão da confissão da Coréia do Norte, mas os investidores voltaram às compras ao reconhecerem que a informação não tinha relevância financeira. Em Cingapura, o índice Straits Times subiu 26,97 pontos (+1,87%), para 1.466,02 pontos. Em Taipé, o índice Taiwan Weighted ganhou 57,49 pontos (+1,36%), para 4.280,81 pontos. Na Malásia, o índice KLSE Composto somou 4,47 pontos (+0,70%), para encerrar em 638,93 pontos. Em Bangcoc, o Thai Set subiu 0,38 ponto (+0,11%), para 333,18 pontos.Na Bolsa de Hong Kong, o índice Hang Seng somou 117,01 pontos (+1,24%), para fechar em 9.576,15 pontos. A alta foi atribuída a uma reação ao resultado positivo da IBM, anunciado ontem depois do fechamento da sessão regular de Nova York. Mas as notícias de um ataque nas Filipinas ofuscaram parte do impacto positivo da IBM. O Hang Seng atingiu a sua máxima, de 9.598,49 pontos, no final da sessão matutina e caiu a 9.471,54 logo após a notícia sobre a explosão nas Filipinas. O mercado filipino fechou em baixa leve, mas os operadores informaram que a notícia sobre a explosão, ocorrida minutos antes do encerramento dos negócios, deve desencadear mais vendas na sessão de amanhã. O índice PSE Composto fechou em baixa de 8,59 pontos (-0,82%), em 1.039,58 pontos, registrando o pior desempenho na região. O pregão da Indonésia também fechou em baixa, com o Jacarta Composto cedendo 2,27 pontos (-0,64%), para 355,10 pontos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.