Tóquio fecha em alta de 2,1%, maior nível em 21 meses

A bolsa de Tóquio fechou com o índice Nikkei 225 em alta de 2,08%, ou 239,74 pontos, em 11.770,65 pontos, no maior nível desde 3 de junho de 2002. Foi a terceira valorização consecutiva. Com a alta do Nasdaq, os investidores ficaram mais confiantes e compraram ações de tecnologia no mercado japonês. Sony fechou em alta de 4%, NEC avançou 5% e Hitachi ganhou 4,3%. Um movimento de realização de lucros pressionou ações que subiram ontem, como de empresas de construção, varejistas e de imóveis. Mas os investidores compraram outros papéis sensíveis à demanda doméstica, incluindo de fabricantes de papel e do setor químico. Embora os ganhos acelerados desta semana em papéis de tecnologia e de empresas sensíveis à economia possam tornar os investidores cautelosos em continuar comprando, o analista Atsushi Tajima, da Mitsubishi Securities, disse que algumas ações ainda estão atraentes. Se os dados sobre emprego a serem divulgados na próxima semana nos EUA indicarem uma recuperação do nível de emprego no setor de tecnologia, os investidores deverão comprar esses papéis, disse Tajima. O movimento no pregão de hoje foi elevado. A menos que as ações norte-americanas voltem a cair, o Nikkei deverá atingir os 12 mil pontos, especialmente se a pesquisa tankan do sentimento empresarial, feita pelo Banco do Japão, mostrar melhoria. A pesquisa será divulgada no dia 1º de abril.

Agencia Estado,

26 Março 2004 | 08h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.