carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Tóquio fecha em queda de 0,3%

A forte valorização do iene frente ao dólar registrada ontem prejudicou as ações de companhias exportadoras, como Toyota e Sony, e o índice Nikkei 225 fechou em baixa de 0,27%, ou 31,97 pontos, em 11.683,42 pontos. As ações de fabricantes de automóveis e do setor de tecnologia também ficaram sob pressão por causa do câmbio, embora o impacto do desempenho desses papéis sobre o índice tenha sido limitado pelos ganhos de outras ações, estimulados pelos resultados positivos da pesquisa tankan. Toyota fechou em baixa de 3,6%, Honda caiu 2,9% e Nissan recuou 1,9%. Sony fechou em queda de 1,8% e Matsushita Electric Industrial perdeu 1,7%. O Nikkei abriu em alta após a pesquisa tankan ter mostrado que o sentimento entre as grandes empresas subiu para 12 no período de três meses até março, seu maior nível desde junho de 1997. Mas os investidores começaram a vender ações de exportadoras quando os resultados da tankan chegaram ao câmbio e derrubaram o dólar para 103,85 ienes. Alguns operadores, entretanto, disseram que os investidores não venderam tanto os papéis de exportadoras, já que estão conscientes de que as companhias japonesas não estão hoje tão vulneráveis à valorização do iene quanto já estiveram um dia, depois de terem transferido algumas unidades de produção para outros países e aumentado as compras de matérias-primas e peças no estrangeiro. A bolsa divulgou dados mostrando que os investidores compraram o equivalente a 272,99 bilhões em ações japonesas na semana terminada em 26 de março, estimulados pela melhoria da economia e pelo impacto desse crescimento sobre os lucros corporativos.

Agencia Estado,

01 de abril de 2004 | 08h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.